26/8/2013 . 3.296 notas . Reblog
Não sou grossa. Bom, eu sou. Mas não tanto, me entende? Também sou doce, e carinhosa. Sei que sou chata também, mas também sou legal. Só enxergar. Sou uma pessoa boa, porém mal. Entende? Minha grosseria, minha ignorância, minha chatice, é só uma forma de me proteger. Desculpa, mas cansei de pessoas que marcam e depois vão embora. Por medo de partidas, tem gente que não deixa as pessoas se aproximarem, e eu sou assim. Mas no fundo, eu imploro por pessoas novas, que me amem. Você me entende?
Camilla Ellen.  (via querido—john)
12/5/2013 . 42.248 notas . Reblog
O telefone que não toca, a saudade que não se esvaí e esse sentimento que não diminui. A falta que não é suprida, a carta que você se esqueceu de me escrever ou teve preguiça de levar até o correio. O e-mail que não chegou ou talvez a sua internet não esteja mesmo muito boa. Não te vejo, mas te procuro. Só que os teus sinais são indecifráveis. Só que eu falo a língua do amor e você é do tanto faz. Eu sou o agora e você o amanhã. Eu simplesmente não compreendo. Porque os opostos deveriam se atrair, mas nos só estamos nos afastando. E o meu querer, sozinho, se torna nulo. Meu orgulho é frágil, você sabe, se fere com o teu silêncio e me impede de te procurar mais vezes. Sua perseguição inconsciente me tortura. Porque você está em toda parte, em cada pessoa que tenha um pouco dos traços do teu rosto, no rádio quando o ligo e sua banda favorita está lá, tocando. Vejo uma mancha na parede e o meu desejo de você faz aquela coisa tomar forma e se parecer contigo. Sua cor favorita foi vestida pelo mundo e me impede de te esquecer nas horas que sucedem o meu sono. É enlouquecedor te ter em toda parte e não te ter nunca. Porque você não se decide se me mata logo de amor ou se continua a me torturar com essa ausência constante e presente.
Querido John e Casebre.   (via querido—john)
12/5/2013 . 3.220 notas . Reblog
Eu nunca te pedi pra mudar, não por mim. Se um dia tivesse que mudar, teria que ser por você, acima de qualquer coisa. Eu queria apenas um pouco mais de atenção, e quem sabe, um pouco mais de carinho. Eu sei é o teu jeito. Mas saiba que me irrita, quem se esconde atrás dessa fala. Dizem que quando se gosta de algo ou alguém, a gente cuida, protege, quer estar perto, fazer parte da vida. Mas esse não foi o nosso caso. Eu aqui, trocando prioridades, te dando atenção e carinho, a ponto de fazer com que meus amigos sentissem ciúmes de ti. E você ai, no seu mundo. Dizendo que esse é o teu jeito. Dizendo que cuida e gosta da sua maneira.
Querido John. (via querido—john)
12/5/2013 . 35.645 notas . Reblog

12/5/2013 . 43.717 notas . Reblog
22/1/2013 . 28.364 notas . Reblog
22/1/2013 . 14.820 notas . Reblog
22/1/2013 . 15.214 notas . Reblog
22/1/2013 . 77.462 notas . Reblog
22/1/2013 . 113.576 notas . Reblog